quinta, 26 novembro 2020
domingo, 07 junho 2020 00:01

Évora - Autarca eborense e Ministra da Cultura visitaram obras de reabilitação do Teatro Garcia de Resende

Escrito por
Protestos marcaram a visita da Ministra da Cultura à cidade de Évora Protestos marcaram a visita da Ministra da Cultura à cidade de Évora DR
O Presidente da Câmara Municipal de Évora, Carlos Pinto de Sá, e o Vereador da Cultura, Eduardo Luciano, receberam e acompanharam durante a tarde do passado dia 7 de Junho, sábado, a Ministra da Cultura, Graça Fonseca, numa visita às obras de reabilitação funcional que a autarquia eborense tem em curso no Teatro Garcia de Resende (TGR).
 
Estas obras constituem um marco para a cidade e queríamos que a Ministra tivesse a percepção do esforço que o Município está a fazer no sentido de preservar, reabilitar e dignificar este edifício emblemático”, disse Carlos Pinto de Sá no final da visita. Já a governante sublinhou a importância da reabertura dos equipamentos culturais em período de desconfinamento da pandemia e mostrou satisfação com a intervenção em curso no TGR.
 
Recorde-se que as obras que decorrem no interior do teatro visam intervenções de fundo relacionadas com a segurança, funcionalidade e conforto: segurança contra incêndios, estabilidade, rede de água e esgotos, electricidade, ventilação, etc. O projecto obriga à utilização, sempre que possível, do tipo de materiais já existentes e enquadra as novas soluções de forma a não afectar as condições originais de acústica, bem como o funcionamento da mecânica de cena. Esta fase, de características técnicas mais sensíveis, deverá prolongar-se pelo período de 15 meses. Em simultâneo decorrem os trabalhos de arranjo urbanístico dos espaços exteriores do edifício do Teatro Garcia de Resende, que inclui a reabilitação do parque de estacionamento. Estas intervenções realizam-se no âmbito do PEDU - Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano, e inserem-se na estratégia municipal de regeneração urbana e revitalização do Centro Histórico de Évora. O valor total do investimento ronda os 2 milhões de euros.
 
Durante esta visita a Ministra da Cultura foi confrontada com dois protestos. À chegada, membros do Grupo de Forcados Amadores de Évora e do Grupo de Forcados Amadores de São Manços pediram condições para o reinício das touradas e tentaram inclusivamente oferecer um barrete de forcado à Ministra, oferta prontamente recusada pela governante. À saída, várias dezenas de artistas e agentes culturais do concelho exigiram apoios suplementares para uma das áreas mais atingidas pelas consequências da pandemia, com o cancelamento de inúmeros espectáculos. Em resposta, Graça Fonseca lembrou aos jornalistas que foram divulgados apoios no valor de três milhões de euros para apoio adicional aos artistas e aquisição de equipamentos individuais para os espaços culturais.
 
Sobre este assunto, Carlos Pinto de Sá frisou ser necessário encontrar uma solução para os apoios às artes “porque há pessoas que estão no limite”. José Russo, director do CENDREV - Centro Dramático de Évora, sublinhou que esta manifestação traduziu a “indignação dos artistas que estão a passar dificuldades e a definhar, estando a essência do problema na falta de dinheiro para o sector artístico”.
Modificado em domingo, 07 junho 2020 19:04

Deixe um comentário