quarta, 29 janeiro 2020
quarta, 08 janeiro 2020 02:08

Mónica Serrano expõe outra visão da arquitectura em Portugal

Escrito por
Nesta exposição apresenta-se um conjunto de imagens realizadas durante o último ano de curso de fotografia Nesta exposição apresenta-se um conjunto de imagens realizadas durante o último ano de curso de fotografia DR
Com a exposição “Arquitetura após Lente”, da jovem fotógrafa Mónica Camacho Serrano, o Museu Municipal de Estremoz inaugura, no próximo sábado, dia 11 de Janeiro, pelas 16 horas, na sua Sala de Exposições Temporárias, o programa expositivo do museu estremocense para o ano de 2020. 
 
Nesta exposição apresenta-se um conjunto de imagens realizadas durante o último ano de curso de fotografia, em diversos locais, e que têm em comum mostrar uma outra visão da arquitectura em Portugal. Mónica Serrano pretende, através da fotografia, colocar-nos sobre a sua perspectiva de relação com o mundo que nos rodeia e transmitir-nos noções de espaço como privacidade, tranquilidade e como visualizar para além de uma objectiva.
 
Desta vivência pessoal, foi permitido captar pormenores que são muitas vezes ignorados e desconhecidos na arquitectura e representar as formas geométricas dos edifícios através da fotografia.
 
Mónica Serrano tem 21 anos de idade, nasceu em Lisboa, mas tem raízes alentejanas, e desde muito nova percebeu que a fotografia podia ser uma realização. Era estudante de Ciências, para seguir Biologia Marinha, quando numas férias de Verão foi convidada para fazer um curso de fotografia, o qual veio a despertar o gosto pela mesma.
 
O seu interesse foi influenciado e estimulado pelos fotógrafos Francisco Nogueira e Fernando Guerra, e o seu percurso na fotografia de arquitectura vem desde o segundo ano do curso, através do módulo de fotografia de arquitectura. 
 
Foi assim que tudo começou e o resultado pode ser visto nesta mostra até 29 de Fevereiro.
Modificado em quarta, 08 janeiro 2020 02:09

Deixe um comentário