sábado, 07 dezembro 2019
terça, 21 maio 2019 13:58

E aí está a 5ª edição do Guitarras ao Alto

Escrito por
A ligação com a região do Alentejo continua a ser a matriz deste festival: um evento inédito em Portugal, inspirado na música, no vinho, na gastronomia, na paisagem e no património A ligação com a região do Alentejo continua a ser a matriz deste festival: um evento inédito em Portugal, inspirado na música, no vinho, na gastronomia, na paisagem e no património DR
O Guitarras ao Alto, evento musical que acontece no Alentejo, está de regresso para a sua quinta edição. No ano de 2019, o festival conta com Bruno Pernadas e Mário Delgado como artistas convidados, sendo que o primeiro concerto acontece já na próxima sexta-feira, a 24 de Maio, no Crato.
 
O desafio mantém-se: um encontro inédito de duas gerações de músicos que se unem pelo seu amor à guitarra. Bruno Pernadas junta-se assim a Mário Delgado para criar nova música que será apresentada em exclusivo em vários palcos representativos do património arquitectónico do Alentejo.
 
A ligação com a região do Alentejo continua a ser a matriz deste festival: um evento inédito em Portugal, inspirado na música, no vinho, na gastronomia, na paisagem e no património. Um regressar às origens e uma valorização do interior do país, levando para além dos grandes centros urbanos música de qualidade acessível a todos. Um hino à guitarra e ao espírito interventivo alentejano, divididos por quatro terras da região: o Crato (24 de Maio), Estremoz (25 de Maio), Avis (31 de Maio) e Beirã - Marvão (1 de Junho).
 
Este ano, todos aqueles que se deslocarem aos espectáculos do Guitarras ao Alto vão poder brindar com os vinhos Nunes Barata, de Cabeção, no concelho de Mora.
 
Os bilhetes para qualquer um dos concertos têm um custo de 5€ e podem ser adquiridos à porta ou através de reservas no site oficial do evento: www.guitarrasaoalto.pt
 
Segundo a organização, esta edição do Guitarras ao Alto só é possível graças aos apoios da Direcção Regional de Cultura do Alentejo, do Programa 365 Alentejo-Ribatejo da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo e das Câmaras Municipais de Crato, Estremoz, Avis e Marvão.
 
BRUNO PERNADAS
Compositor, arranjador, produtor, improvisador. São cada vez mais os epítetos deste músico que iniciou o seu percurso musical aos 13 anos na guitarra clássica, e que completou a Escola de Jazz do Hot Clube de Portugal e a Escola Superior de Música de Lisboa. Já com uma vasta discografia em nome próprio, tem na guitarra o seu instrumento de eleição e mil e um géneros musicais por inspiração: Folk, Jazz, Space Age-Pop, Exótica, Afro-beat, Rock Psicadélico, Electrónica, Ambient.
 
MÁRIO DELGADO
Guitarrista excelentíssimo, com origem na Escola de Jazz do Hot Clube de Portugal, já emprestou a sua arte na guitarra eléctrica a músicos dos quatro cantos do mundo, e tem colaborado com músicos portugueses, do jazz ao rock e à música popular, como Anamar, José Mário Branco, Mafalda Veiga, Lua Extravagante, Jorge Palma, Mário Laginha, Maria João e Janita Salomé. De destacar, em particular, o projecto TGB com Alexandre Frazão e Sérgio Carolino, que acaba de editar o seu terceiro disco.
 
24 de Maio | 21:30
Crato: Pousada Flor da Rosa
O Município do Crato e a Pousada Flor da Rosa recebem pela segunda vez o Guitarras ao Alto. A Pousada situa-se no antigo Mosteiro de Flor da Rosa, mandado construir em 1356 por D. Álvaro Gonçalves Pereira, primeiro Prior do Crato e pai do Santo Condestável, D. Nuno Álvares Pereira, e onde, segundo historiadores este nasceu. Um espaço carregado de história e de magia, que tem qualquer coisa de Game of Thrones. 
 
25 de Maio | 21:30
Estremoz: Claustro do Convento das Maltezas / Centro Ciência Viva
Pela terceira vez, celebra-se o Guitarras ao Alto na cidade onde reside o organizador do evento. Sempre no Convento das Maltezas, um dos edifícios mais emblemáticos e centrais de Estremoz, que hoje alberga o Centro Ciência Viva. Monumento Nacional desde 1924, começou por ser o Convento de São João da Penitência; foi depois o único local de retiro dos Cavaleiros de Rodes em Portugal, integrados mais tarde na Ordem de Malta; serviu ainda de sede de clausura de freiras dessa Ordem a partir do século XVI; até já foi o Hospital da cidade.
 
31 de Maio | 21:30
Avis: Casa das Artes
Precisamente um ano depois, o Guitarras ao Alto volta a Avis a convite da Câmara Municipal, mas desta terceira vez o palco é outro: a Casa das Artes, instalada numa casa senhorial no centro histórico da vila. Inaugurada este ano, a Casa das Artes de Avis alberga uma escola de música, uma área dedicada à formação de artes e uma galeria de exposições, entre outras valências culturais.
 
1 de Junho | 21:30
Beirã - Marvão: Trainspot
Também precisamente um ano depois, o Guitarras ao Alto chega pela 4ª vez consecutiva à antiga estação de comboios da Beirã-Marvão, onde se situa a guesthouse Trainspot dos anfitriões e amigos Lina e Eduardo. Um concerto com vista para a linha de comboio, que já é uma das imagens de marca do Guitarras ao Alto. Este ano, quem vier mais cedo, pode usufruir da experiência única de pedalar sobre a linha com a Rail Bike Marvão.
Modificado em terça, 21 maio 2019 14:25

Deixe um comentário