quarta, 23 agosto 2017
A organização do Festival do Crato 2015 acaba de confirmar as presenças de Soja e Carlão no cartaz.
 
Soja, a banda fenómeno do reggae americano, e Carlão, que virá a terras alentejanas apresentar o novo álbum "Quarenta", são as mais recentes confirmações do Festival do Crato 2015, fazendo companhia aos já anunciados James Arthur, Selah Sue, Linda Martini, D.A.M.A., Guano Apes e Carminho.
 
“Ardina do Alentejo” apresenta-lhe de seguida os nomes e as datas dos concertos já anunciados:
26 de Agosto - Carlão + Soja
27 de Agosto - Carminho + Selah Sue + James Arthur
28 de Agosto - D.A.M.A.
29 de Agosto - Linda Martini + Guano Apes
 
Entre os dias 26 e 29 de Agosto, a vila alentejana do distrito de Portalegre, alia um festival de música, nacional e internacional, ao artesanato e à gastronomia. A organização já anunciou que nesta edição do Festival do Crato haverá mais espaço e muito mais animação.
 
Através do projecto “A Música está na Escola”, a Escola Secundária Rainha Santa Isabel de Estremoz (ESRSIE), vai celebrar a música clássica, na semana de 18 a 22 de Maio.
 
Organizada pela Orquestra do Norte e pela ESRSIE, esta iniciativa será composta por concertos pedagógicos, um ciclo de cinema, uma exposição e uma mesa redonda.
 
“Ardina do Alentejo” apresenta-lhe de seguida o programa desta Semana da Música Clássica na ESRSIE.
 
18 de Maio - segunda-feira
17.30 horas - Inauguração da exposição patente no átrio de entrada da ESRSIE
18 horas - Mesa Redonda, subordinada ao tema “O papel da música na sociedade” - Biblioteca
 
19 de Maio - terça-feira
10.20 horas - Concerto pedagógico “Anatomia da Orquestra” - Auditório Moisés Pereira
14 horas - Concerto pedagógico “Matemática, Física e Música” - Auditório Moisés Pereira
18 horas - Concerto pedagógico “Música para contar histórias” - Auditório Moisés Pereira
 
20 de Maio - quarta-feira
17.30 horas - “Amadeus”, de Milos Forman (1984) - Auditório Moisés Pereira
 
21 de Maio - quinta-feira
17.30 horas - “Don Giovanni”, de J. Losey (1979) - Auditório Moisés Pereira
 
22 de Maio - sexta-feira
17.30 horas - “A Flauta Mágica”, de Ingmar Bergman (1975) - Auditório Moisés Pereira
 
A Semana da Música Clássica na ESRSIE tem o apoio da Universidade de Lisboa e do Município de Estremoz.
O Teatro Bernardim Ribeiro voltou a viver no passado Sábado, dia 9 de Maio, uma daquelas noites gloriosas à antiga. A revista à portuguesa “Pró Diabo Kus Carregue”, uma produção da C2E, Concepção e Comercialização de Espectáculos, esgotou a lotação da emblemática sala de 

espetáculos estremocense.
 
Natalina José, Anita Guerreiro, Paulo Oliveira, Ana Paula Mota, Luís Viegas e Filipa Giovanni proporcionaram a todos os presentes sonoras gargalhadas e momentos de muita diversão.
 
Carlos Cruz, produtor deste espectáculo, disse aos microfones do “Ardina do Alentejo”, que “valeu a pena vir a Estremoz” e que tem pena que o Bernardim Ribeiro “não seja maior”, para “podermos esgotar ainda com mais gente”. O produtor salientou que a revista “Pró Diabo Kus Carregue” tem “esgotado salas por esse país fora”. Acrescentou que “o público adora o nosso espectáculo. São duas horas em que pelo menos uma hora e três quartos estão a rir, e quando não estão a rir é porque a Anita Guerreiro está a cantar e eles estão a cantar com ela”.
 
Não querendo dizer para quando o regresso de mais uma produção da C2E, Concepção e Comercialização de Espectáculos ao Teatro Bernardim Ribeiro, Carlos Cruz finalizou a entrevista dizendo que “Pró Diabo Kus Carregue” foi a “quarta ou quinta produção” que trouxe a Estremoz, que se dá bem pela cidade branca do Alentejo, que adora vir a Estremoz e que “o teatro é giríssimo”.
 
O cavaleiro tauromáquico João Maria Branco desloca-se hoje, quinta-feira, 30 de Abril, pelas 14.30 horas, às instalações da CERCIEstremoz.
 
A visita do cavaleiro estremocense à instituição sediada na Quinta de Santo Antão, insere-se numa série de acções de promoção da corrida de touros do próximo dia 2 de Maio, realizada por ocasião da FIAPE – Feira Internacional Agropecuária de Estremoz, e em que a Praça de Touros da cidade branca do Alentejo, irá receber um mano-a-mano entre João Moura Caetano e João Maria Branco.
 
De recordar que as pegas nessa tarde ficarão a cargo dos Grupos de Forcados Amadores de Moita, Arronches e Redondo, e serão lidados seis touros da Ganadaria de Herdeiros de Manuel Rafael Cary.
 
João Maria Branco irá distribuir bilhetes pelos utentes e pela Direcção da CERCIEstremoz.

“El Juanito” triunfou em Villanueva del Fresno

Escrito por domingo, 26 abril 2015 23:16
O português “El Juanito” saiu triunfalmente, em ombros, e pela porta grande.
 
Sete orelhas, um rabo e um indulto é o resumo de uma tarde de glória vivida pelo jovem de Monforte, ontem, 25 de Abril, na Praça de Touros de Villanueva del Fresno, onde João Silva se encerrou com seis novilhos-touros, três da ganadaria portuguesa Murteira Grave e três da ganadaria espanhola La Peregrina, um dia depois de ter completado 16 anos.
 
O aluno da Escola de Toureio de Badajoz foi ovacionado no primeiro, cortou uma orelha no segundo, duas no terceiro, duas no quarto, duas e rabo simbólicos no quinto, o tal de Murteira Grave que teve honras de indulto, e foi silenciado no último.
 
Na tarde de Sábado, e como em todos os passos nesta sua caminhada, “El Juanito” teve a seu lado o pai. Hugo Silva, que faz parte da quadrilha de Leonardo Hernandez, é um dos mais notáveis bandarilheiros nacionais. Dividiu um tércio de bandarilhas com o seu filho e a emoção foi grande.
 
Este dia marcante na vida do jovem português ficou registado para sempre na praça espanhola, com a colocação de um painel de azulejos com a imagem do jovem diestro e com a designação “encerrona histórica”.
 
Nota negativa apenas para a falta de público, apesar dos muitos portugueses que quiseram marcar presença neste que pode muito bem ter sido um dia de referência na vida de uma das próximas figuras do toureio mundial.
Teve lugar na cidade de Estremoz, no dia de ontem, em pleno Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor, 23 de Abril, a final distrital do Concurso Nacional de Leitura.
 
Este concurso, que é uma iniciativa do Plano Nacional de Leitura, tem como objectivos principais, estimular o treino da leitura e desenvolver competências de expressão escrita e oral, junto dos alunos do 3º Ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário.
 
Marcaram presença na cidade branca do Alentejo, 59 alunos em representação de 14 escolas do distrito de Évora, acompanhados pelos respectivos professores.
 
Durante a manhã, na Escola Básica Sebastião da Gama, realizou-se a prova escrita.
 
À tarde, todas as atenções ficaram concentradas no Auditório Moisés Pereira, na Escola Secundária Rainha Santa Isabel, onde se realizou a prova oral, realizada em palco e aberta ao público, e dividida em Prova de Leitura Expressiva e Prova de Exposição Oral / Argumentação, com os cinco elementos apurados em cada escalão de ensino.
 
Os cinco finalistas do Ensino Secundário apurados na final distrital do Concurso Nacional de Leitura foram Beatriz Charrua, da Escola Secundária André de Gouveia (Évora), Duarte Siquenique, João Alves e Joana Borralho, da Escola Secundária Rainha Santa Isabel (Estremoz), e Joana Sofia Farrica, da Escola Secundária de Vendas Novas.
 
Na Prova de Leitura Expressiva, os cinco finalistas do Ensino Secundário tiveram de ler um dos seguintes poemas: “Isto”, de Fernando Pessoa, “A Arma Secreta”, de António Gedeão, “Pescador da Barca Bela”, de Almeida Garrett, “De Tarde”, de Cesário Verde, e “Sete Anos de Pastor”, de Luís de Camões.
 
Os cinco finalistas do Ensino Básico apurados na final distrital do Concurso Nacional de Leitura foram David Moreira, da Escola Básica Sebastião da Gama (Estremoz), Inês Aniceto, da Escola Básica D. João (Portel), Margarida Boieiro, da Escola Básica Diogo Lopes Sequeira (Alandroal), Maria José Menezes, da Escola Básica e Secundária de Mora, e Rui Vieira, da Escola Básica André de Resende (Évora).
 
Na Prova de Leitura Expressiva, os cinco finalistas do Ensino Básico tiveram de ler uma das seguintes fábulas: “A Cigarra e a Formiga”, de Bocage, “O Leão e o Rato”, de Curvo Semedo, “O Corvo e a Raposa”, de Bocage, “O Pote de Ferro e o Pote de Barro”, de 

António Antunes, e “O Velho e os seus Filhos”, de José Inácio Araújo.
 
Depois de apreciadas as prestações de todos os finalistas, o júri da final distrital do Concurso Nacional de Leitura, que foi composto pelo escritor Alexandre Honrado, por José Russo, Director Artístico do Centro Dramático de Évora - CENDREV, e por Márcia Oliveira, Vereadora do Pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Estremoz, deliberou que os representantes do distrito de Évora, na final nacional do Concurso Nacional de Leitura, que se realiza em Lisboa, no próximo mês de Maio, fossem Beatriz Charrua, da Escola Secundária André de Gouveia (Évora), em representação do Ensino Secundário, e David Moreira, da Escola Básica Sebastião da Gama (Estremoz), em representação do Ensino Básico.
 
Os alunos Joana Borralho e João Alves, ambos da Escola Secundária Rainha Santa Isabel (Estremoz), ficaram em segundo e terceiro lugar, respectivamente, no Ensino Secundário.
 
Os alunos Margarida Boieiro, da Escola Básica Diogo Lopes Sequeira (Alandroal), e Rui Vieira, da Escola Básica André de Resende (Évora), ficaram em segundo e terceiro lugar, respectivamente, no Ensino Básico.
 
Os prémios da final distrital do Concurso Nacional de Leitura foram entregues por Francisco Ramos, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Estremoz, por Carla Correia, Coordenadora Interconcelhia da Rede de Bibliotecas Escolares, e por Maria Carlos Loureiro, representante da Direcção-Geral do Livro, Bibliotecas e Arquivos.
 
A prova oral da tarde, transformada em concurso-espectáculo, foi apresentado por Pedro Ramalho e Isabel Moreira, e contou com as actuações da Orquestra de Flautas da Escola Básica Sebastião da Gama - Agrupamento de Escolas de Estremoz, dirigida pela Professora Candida Lóios, das Dance Mix, duo de dança composto por Beatriz Rita e Sónia Guerreiro, de Francisca Violette, na declamação do poema “Cântico Negro”, de José Régio, e de Beatriz Rosa, Miguel Candeias e Raquel Monteiro, na interpretação de temas de One Direction, Elton John e Mariza.
 
A organização da final distrital do Concurso Nacional de Leitura coube à Biblioteca Municipal de Estremoz, que contou com a colaboração da Biblioteca do Agrupamento de Escolas de Estremoz e da Biblioteca da Escola Secundária Rainha Santa Isabel.
 
Inserido no evento “Alter, Abril, Cavalos e Toiros II”, realizou-se no emblemático Castelo de Alter do Chão, um Encontro de Tertúlias Tauromáquicas, subordinado ao tema “O papel das Tertúlias na preservação da Tauromaquia”.
 
Para além da Tertúlia Tauromáquica de Estremoz, que esteve representada por Manuel Rolo, compareceram à chamada as tertúlias do Aposento do Barrete Verde de Alcochete, a Tertúlia Festa Brava, a Tertúlia S. João de Alcochete, a Tertúlia AbreMax de Vila Franca de Xira, o Grupo de Aficionados da Penha em Portalegre, a Tertúlia Tauromáquica de Alagoa, o Clube Taurino do Agrupamento de Escolas de Alter do Chão, a Tertúlia Tauromáquica A Fenomenal do Entroncamento e a Tertúlia Circulo T.
 
O antigo cronista tauromáquico e agora Director de Corrida Marco Gomes e Cláudia Távora, em representação do Município de Alter do Chão, fizeram as honras da casa e abriram a sessão.
 
Depois dos representantes das tertúlias terem feito a apresentação das mesmas, Luís Capucha fez uma abordagem histórica da tauromaquia, dos seus valores, das problemáticas do passado, e do papel das tertúlias no fomento da afición e a sua importância na tauromaquia.
 
A manhã terminou com a visita à exposição do cavaleiro Joaquim Bastinhas e ao castelo de Alter.
 
c/ Porta dos Sustos
 
A revista à portuguesa está de regresso ao Teatro Bernardim Ribeiro, em Estremoz. Natalina José, Anita Guerreiro, Paulo Oliveira, Ana Paula Mota, Luís Viegas e Filipa Giovanni são o elenco de luxo, bem querido do público português, da revista “Pró Diabo kus Carregue”, que sobe ao palco da mais emblemática sala de espectáculos estremocense no próximo dia 9 de Maio, Sábado, pelas 21.30 horas.
 
A produtora C2E, Concepção e Comercialização de Espectáculos, Lda, responsável por esta revista à portuguesa, garante que este vai ser “um verdadeiro festival de gargalhada para nos fazer esquecer a crise!”
 
A nova aposta em produção da C2E, integra um conjunto criteriosamente selecionado de textos base para rábulas quer de carácter crítico sociocultural, quer apenas humorístico, escritos por conceituados autores e compositores nacionais, tendo sido criados quadros que são intercalados por temas bem conhecidos da música portuguesa, que têm interpretação confiada à mais popular fadista lisboeta, Anita Guerreiro.
 
Os bilhetes para a revista “Pró Diabo kus Carregue”, que tem a duração aproximada de duas horas, já se encontram à venda no Teatro Bernardim Ribeiro, no Posto de Turismo ou na internet, seguindo o respectivo link.
 
Para mais informações ou reserva de bilhetes, devem os interessados contactar o 268 339 216 (Serviços Culturais), o 268 339 222 (Teatro Bernardim Ribeiro), o 268 339 227 (Posto de Turismo) ou o email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. .
 
Esta iniciativa é uma organização da C2E, Concepção e Comercialização de Espectáculos, Lda com o apoio da Câmara Municipal de Estremoz.
No próximo dia 12 de Abril, Domingo, quando forem 16.30 horas, a Sociedade Filarmónica Luzitana realiza no Palácio dos Marqueses de Praia e Monforte, o já tradicional Concerto de Primavera.
 
No ano em que celebra 175 anos de vida, a banda mais antiga do país em actividade ininterrupta regressa ao palácio recentemente recuperado, e cuja Sociedade “inaugurou” musicalmente em Janeiro de 2014, para um concerto com peças animadas e diversificadas. A Luzitana promete ainda algumas surpresas pelo meio deste Concerto de Primavera.
 
Esta é uma actividade organizada pela Sociedade Filarmónica Luzitana, e que conta com o apoio da Câmara Municipal de Estremoz.
 

Mais Populares