quarta, 23 agosto 2017
Juntando as Letras” é o nome do espectáculo que vai reunir no palco do Teatro Bernardim Ribeiro, no próximo dia 12 de Dezembro, Sábado, a partir das 21 horas, o Grupo de Dança do Orfeão de Estremoz "Tomaz Alcaide" e os grupos "Fazendo Arte" e "Ballet Marta Nunes”, oriundos da vila vizinha de Fronteira.
 
A organização lança o repto para que se junte a esta grande festa que se vai realizar na mais emblemática sala de espectáculos estremocense, juntando as letras e escrevendo a história onde a personagem principal é “você”. 
 
Esta iniciativa é uma organização do Orfeão de Estremoz "Tomaz Alcaide" com o apoio das Câmaras Municipais de Estremoz e Fronteira.
 

Ruy de Carvalho - "Estremoz é uma terra boa!"

Escrito por terça, 10 novembro 2015 02:22
Aquele que é considerado por muitos como o actor dos actores portugueses voltou a pisar o palco do Teatro Bernardim Ribeiro, em Estremoz. “Trovas & Canções - Actores, Poetas e Canções” foi o espectáculo que no passado Sábado, 7 de Novembro, trouxe à mais emblemática sala de espectáculos estremocense o grande senhor do teatro Ruy de Carvalho.
 
Num espectáculo inédito, da autoria de Paula Carvalho e Paulo Mira Coelho, Ruy de Carvalho subiu ao palco ao lado do seu filho João de Carvalho, do seu neto Henrique Carvalho, e de Ana Marta, Prémio Amália Revelação 2011. Durante as cerca de duas horas do espectáculo foram magistralmente acompanhados pelo som da guitarra portuguesa de Ricardo Gama e pelo som da guitarra clássica de João Correia.
 
“Trovas & Canções - Actores, Poetas e Canções” recordou uma mão cheia de poemas, que tornaram famosas algumas das nossas grandes canções, desde Pedro Homem de Mello a José Luís Gordo, sem esquecer o Zeca Afonso, o Adriano Correia de Oliveira, o Mário Moniz Pereira, o Ary dos Santos, o Manuel Alegre, a Florbela Espanca, o José Luís Tinoco, e o Aníbal Nazaré, tudo feito num ambiente de grande intimidade com o público, que acompanhou os temas, por força das mil vezes em que foram cantados pelos palcos de Portugal. O espectáculo contou ainda com uma homenagem a três grandes nomes da nossa literatura: Gil Vicente, Luís Vaz de Camões e Manuel Maria Barbosa du Bocage.
 
O público que marcou presença no Teatro Bernardim Ribeiro, na noite do passado Sábado, não saiu defraudado e deu por muito bem empregue o tempo despendido. Assistiu a um grande espectáculo, e que sem dúvida alguma merecia uma maior afluência.
 
Depois do emocionante final, ao som de “Perdidamente”, de Florbela Espanca, que o público aplaudiu de pé, “Ardina do Alentejo” falou em exclusivo com Ruy de Carvalho.
 
Ardina do Alentejo - Como é que surgiu a ideia de fazer este espectáculo, num contexto completamente diferente daquele a que está habituado?
Ruy de Carvalho (RC) - Primeiro porque concordo absolutamente com o espectáculo. É um espectáculo de homenagem à poesia, à música portuguesa, à poesia que foi musicada, mas sobretudo à nossa língua e ao povo português. É um espectáculo dedicado aos portugueses e essa é uma das razões pela qual gosto de fazer este espectáculo.
Um actor não tem sítio, faz aquilo que lhe chega à mão, porque escolheram para ele ou faz aquilo que ele próprio escolhe. Eu normalmente faço aquilo que me dão para fazer, e faço com muito gosto e com muito prazer.
Depois há um conjunto de factores que me fascinam. Este espectáculo tem como autores a minha filha, que é também a minha empresária, e o meu genro. Depois tenho em palco o meu filho e o meu neto. E tenho ainda dois músicos extraordinários e uma cantora excepcional, que é a minha menina.
 
Ardina do Alentejo - E que recordações guarda do Teatro Bernardim Ribeiro e de Estremoz?
RC - Do teatro, posso dizer que é uma casa de que gosto muito e onde gostamos sempre de vir. Vim cá com o Vasco Santana, vim muitas vezes com a Laura Alves, vim com o Assis Pacheco, vim com várias companhias como o Teatro Moderno de Lisboa… 
Estremoz é uma terra que tem gente que gosta muito de teatro e de música, e teve grandes representantes na música. Eu fui aluno do Tomaz Alcaide, um homem de Estremoz, quando ele era director do Teatro de São Carlos. Foi uma das pessoas que me ensinou a colocar a voz. E há mais pessoas… a Fernanda Serrano também é daqui. É uma terra boa.
E quando fui de cavalaria também vinha cá de vez em quando…
 
Ardina do Alentejo - Como é que sentiu o público hoje aqui em Estremoz?
RC - Muito bom, muito quentinho. Aqueceu ao longo do espectáculo, que é feito de músicas para aquecer. Depois de estarem quentinhos é uma maravilha. Ir embora é que custa. E estava uma bela casa, pena não estar cheio, mas estava uma bela casa. E o público correspondeu à ideia que tenho do público de Estremoz e do público alentejano.
 
 
Integrado no “Mês da Música 2015”, iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Estremoz durante o mês de Outubro, terá lugar amanhã, Sábado, a partir das 21.30 horas, no Teatro Bernardim Ribeiro, o espectáculo “Happy - Comédia Musical”, com interpretações de Júlio Oliveira, Cristina Briona, Luís Marques e com a participação especial do grupo de dança estremocense Ginarte.
 
“Happy” é uma comédia musical, cheia de música, muita dança, pirotecnia, multimédia e muito humor.
 
Conta a história de dois amigos gays que vivem num mundo, ainda por muitos pouco conhecido, onde têm em comum, além da sua grande amizade, a empregada. Uma criatura simplesmente caricata que tenta compreender este mundo tão simples e ao mesmo tempo complexo, pedindo conselhos do tipo de vida que eles levam para praticar na sua própria.
 
No decorrer da história iremos viajar com estes dois amigos pelo mundo cor-de-rosa onde vivem, através de muita música, dança e das experiências fantásticas que têm tido ao longo dos anos que já passaram, mostrando todas as aventuras e desventuras divertidas que acabaram por surgir.
 
“Happy” é um espectáculo cómico, musical e romântico que vai surpreender o público presente no Bernardim Ribeiro durante 90 minutos e onde não vai faltar nada, desde os actores aos bailarinos, passando pela música, pelos efeitos pirotécnicos e por um deslumbrante show de luminotecnia, e chegando à dança com excelentes coreografias. E humor, esse vai ser mesmo muito e sempre à mistura!
 
“Happy - Comédia Musical” tem produção da Flash Stage e conta com o apoio da Câmara Municipal de Estremoz.
 
Para mais informações e reserva de bilhetes, cujo preço é de 10 euros, devem os interessados contactar o Teatro Bernardim Ribeiro, através do telefone 268339222, os Serviços Culturais da Câmara Municipal de Estremoz, pelo 268339216 ou pelo mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou ainda o Posto de Turismo, através do 268339227.
No próximo dia 7 de Novembro, a partir das 21.30 horas, o Teatro Bernardim Ribeiro vai receber “Trovas & Canções - Actores, Poetas e Cantores”, um espectáculo que conta com as interpretações de Ruy de Carvalho, João de Carvalho, Henrique Carvalho e Ana Marta.
 
Um espectáculo inédito, da autoria de Paula Carvalho e Paulo Mira Coelho, pela forma como reúne três gerações de actores, e outros grandes profissionais, ao redor da figura do grande senhor do teatro Ruy de Carvalho.
 
Não é o teatro apenas a estar presente, através dos desempenhos de João de Carvalho e Henrique de Carvalho, filho e neto do actor, mas também o Fado, pela linda voz da fadista e actriz, Ana Marta, vencedora do Prémio Amália Revelação 2011, que será acompanhada pelo som da guitarra portuguesa do Professor Ricardo Gama e pelo som da guitarra clássica de João Correia.
 
O espectáculo pretende recordar uma mão cheia de poemas, que tornaram famosas algumas das nossas grandes canções, desde Pedro Homem de Mello a José Luís Gordo, sem esquecer o Zeca Afonso, o Adriano Correia de Oliveira, o Mário Moniz Pereira, o Ary dos Santos, o Manuel Alegre, a Florbela Espanca, o José Luís Tinoco, e o Aníbal Nazaré, tudo feito num ambiente de grande intimidade com o público, que certamente irá acompanhar os temas, por força das mil vezes em que foram cantados pelos palcos de Portugal. O espectáculo tem ainda uma homenagem a três grandes nomes da nossa literatura: Gil Vicente, Luís Vaz de Camões e Manuel Maria Barbosa du Bocage.
 
As TROVAS alimentarão as CANÇÕES, do mesmo modo que os actores e os músicos, também eles transformados em público, recitarão, tocando e cantando os temas que o bom gosto do nosso povo imortalizou ao longo do século passado. Este espectáculo pretende ser uma viagem entre a récita e o concerto, numa amostragem que se pretende rica e saborosa, pelo facto de serem músicas e textos reconhecidos por todos nós.
 
“Trovas & Canções - Actores, Poetas e Cantores” é uma organização da IN ACTU Produções com o apoio da Câmara Municipal de Estremoz, sendo o preço dos bilhetes de 12 euros.
 
Para mais informações e reserva de bilhetes, devem os interessados contactar o Teatro Bernardim Ribeiro, através do telefone 268339222, os Serviços Culturais da Câmara Municipal de Estremoz, pelo 268339216 ou pelo mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou ainda o Posto de Turismo, através do 268339227.
 
A Contemporaneus, apresenta hoje, pelas 21.30 horas, no Teatro Bernardim Ribeiro, em Estremoz, o drama musical “Jardins do Passado”.
 
Concebido a partir da poesia lírica de Fernando Pessoa e da música de Brahms, Schubert e Fauré, “Jardins do passado” é um monodrama musical.
 
“Jardins do Passado” não é teatro, não é ópera, não é um concerto, mas antes o desconcerto de uma personagem à deriva. A palavra e a música interagem e são os recursos que, através da dramatização, fomentam a expressão da condição humana. Sem que exista uma narrativa, no sentido estrito, o encadeamento do espetáculo deriva da similitude/disparidade de contextos, envolvências e emoções, geradas por um conjunto de memórias. “Jardins do Passado” são estados de alma, reminiscências de vivências, sentimentos, intenções, desejos e sonhos, trazidos por via da introspeção e melancolia; devaneios que se vão revelando através de cantos e canções, como quem reencontra a sua colecção de vinis num baú de uma arrecadação, cuja chave estava há muito perdida.
 
Esta iniciativa é uma organização da associação estremocense Contemporaneus, e conta com o apoio da Câmara Municipal de Estremoz. O preço dos bilhetes para assistir a “Jardins do Passado” é de 8 euros para o público em geral e de 6 euros para menores de 12 e maiores de 65 anos.
 
Para mais informações e reserva de bilhetes, devem os interessados contactar o Teatro Bernardim Ribeiro, através do telefone 268339222 ou o Posto de Turismo de Estremoz, através do 268339227.
 
Depois de esgotadas as duas primeiras sessões agendadas (Domingo - 18 de Outubro - 16 e 18 horas) de “A Ovelha Choné - O Filme”, o Município de Estremoz agendou nova sessão, para o mesmo dia, Domingo, pelas 14 horas.
 
Choné, uma ovelha esperta e matreira, vive com o seu rebanho na quinta Vale Verdejante sob a supervisão do Agricultor e de Bitzer, um cão pastor com boas intenções, mas pouco eficaz. Apesar dos esforços da Ovelha Choné, a vida na quinta caiu numa rotina enfadonha e ela conjura um plano engenhoso para conseguir um dia de folga. No entanto, o plano da Ovelha Choné descontrola-se rapidamente e faz com que o indefeso Agricultor acabe longe da quinta. Com a ajuda do rebanho, Choné tem de deixar a quinta pela primeira vez e viajar até à Grande Cidade, para salvar o Agricultor… e falhar não é uma opção. Mas, como irão as ovelhas sobreviver? Conseguirão passar despercebidas, evitar que descubram que são ovelhas e dessa forma manterem-se a salvo das garras do malvado funcionário do controlo animal?
 
“A Ovelha Choné - O Filme” é uma ideia original dos criadores dos mega-sucessos de bilheteira “Wallace & Gromit” e “A Fuga das Galinhas” e foi realizado por Mark Burton e Richard Starzack.
 
Para mais informações e reserva de bilhetes, devem os interessados contactar o Teatro Bernardim Ribeiro, através do telefone 268339222, os Serviços Culturais da Câmara Municipal de Estremoz, pelo 268339216 ou pelo mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou ainda o Posto de Turismo, através do 268339227.

Outubro é Mês da Música em Estremoz

Escrito por terça, 06 outubro 2015 22:22
Tal como se tem verificado em anos anteriores, o Município de Estremoz vai dedicar grande parte da sua programação cultural, no mês de Outubro, à música.
 
A apresentação do mais recente trabalho de Mico da Câmara Pereira, a nova ópera do Ensemble Contemporaneus, a alegria contagiante de uma comédia musical, o encontro de coros do Orfeão de Estremoz Tomaz Alcaide e um concerto pela Orquestra Planície de Redondo compõem a programação do “Mês da Música 2015”.
 
No próximo Sábado, dia 10 de Outubro, pelas 21.30 horas, o Teatro Bernardim Ribeiro, recebe a apresentação do novo trabalho discográfico de Mico da Câmara Pereira. O cd "A tua voz é saudade" conta com a colaboração de Olga Prats, Mafalda Arnauth, Nôa, Luís Represas, Silvestre Fonseca e Francisca, Nuno e Gonçalo da Câmara Pereira.
 
A ópera regressa a Estremoz e ao Bernardim Ribeiro, a 17 de Outubro, pelas 21.30 horas, com “Jardins do Passado”, um monodrama musical, organizado pela Contemporaneus, e concebido a partir da poesia lírica de Fernando Pessoa e da música de Brahms, Schubert e Fauré.
 
Happy” é uma comédia musical, cheia de música, com muita dança, excelentes coreografias, pirotecnia, multimédia e muito humor, que promete deliciar todos aqueles que se deslocarem ao Teatro Bernardim Ribeiro, no dia 24 de Outubro, às 21.30 horas.
 
No dia 31 de Outubro, às 18 horas, o Orfeão Tomaz Alcaide vai levar a cabo, na Igreja de São Francisco, o 25º Encontro de Coros, e simultaneamente comemorar o seu 85.º aniversário. O Coro Staccato, de Lisboa, e o Coral de São Domingos, de Montemor-o-Novo, já confirmaram a sua presença.
 
A Orquestra Planície de Redondo, orquestra de música ligeira formada no ano 2000, e dirigida pelo Maestro Nelson Mendes, sobe ao palco do Teatro Bernardim Ribeiro, às 21.30 horas do dia 31 de Outubro, para aquele que será o último espetáculo do “Mês da Música 2015”.
 
Para mais informações e reserva de bilhetes, devem os interessados contactar o Teatro Bernardim Ribeiro, através do telefone 268339222, os Serviços Culturais da Câmara Municipal de Estremoz, pelo 268339216 ou pelo mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou ainda o Posto de Turismo, através do 268339227.
 
O “Mês da Música 2015” é uma organização do Município de Estremoz, com produção a cargo dos intervenientes.
 
c/ Município de Estremoz
 
A estreia mundial do filme “Star Wars – Episódio VII – O Despertar da Força” está agendada para o dia 17 de Dezembro, e o Teatro Bernardim Ribeiro, em Estremoz, vai ser uma das inúmeras salas no mundo que vai exibir o novo filme da saga espacial criada por George Lucas, em pleno dia de estreia.
 
Para além da noite de estreia, às 21.30 horas, do dia 17 de Dezembro, a mais emblemática sala de espectáculos estremocense irá exibir “Star Wars – Episódio VII – O Despertar da Força” em mais seis ocasiões:
- 18 de Dezembro (sexta feira) – 21.30 horas
- 19 de Dezembro (sábado) – 15.00 e 21.30 horas
- 20 de Dezembro (domingo) – 15.00 e 21.30 horas
- 21 de dezembro (segunda) – 21.30 horas
 
A história do “Episódio VII” deverá ser original, sem se basear directamente em nenhum dos vários livros, histórias de desenhos animados e outros materiais que foram lançados sob a chancela Star Wars. Como parte da aquisição, a Disney recebeu uma "extensiva exposição do enredo" por Lucas. Numa entrevista em vídeo que foi parte do anúncio da compra, Kennedy explicou que ela e Lucas já se reuniram com os guionistas para discutirem o enredo do filme.
 
Já se sabe que Rey, Finn e Poe Damerton serão os protagonistas do filme, interpretados, respectivamente, por Daisy Ridley, John Boyega e Oscar Isaac. Domnhall Glesson, Gwendoline Christie e Adam Driver interpretarão os vilões do filme: General Hux, Capitã Phasma e Kylo Ren. A base do General vai chamar-se "Starkiller", em homenagem ao apelido de Luke, num dos primeiros guiões da saga.
 
Depois do sucesso que se revelou a primeira vez que uma estreia cinematográfica aconteceu em Estremoz, em Dezembro de 2013, com o filme “Hobbit – A Desolação de Smaug”, o Município estremocense volta a apostar nessa fórmula. 
 
Para mais informações e reserva de bilhetes, devem os interessados contactar o Teatro Bernardim Ribeiro, através do telefone 268339222, os Serviços Culturais da Câmara Municipal de Estremoz, pelo 268339216 ou pelo mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou ainda o Posto de Turismo, através do 268339227. Os bilhetes podem ainda ser adquiridos através da plataforma Bilheteira Online, através do link www.bol.pt
 

O teatro de comédia volta a marcar presença no Teatro Bernardim Ribeiro. A mais emblemática sala de espectáculos estremocense apresenta no próximo dia 3 de Outubro, sábado, pelas 21.30 horas, a peça “Absolutamente Fabulosos”, com interpretações de Noémia Costa, Luís Aleluia e Luísa Ortigoso, três das mais pitorescas personagens da séria da RTPBem-vindos a Beirais”, e que agora se juntam no teatro.
 
Apresentada como uma comédia absolutamente hilariante, “Absolutamente Fabulosos” tem encenação de Beto Coville, a partir de um texto de Roberto Pereira, baseado numa ideia da actriz Noémia Costa.
 
A história centra-se na vida de duas actrizes, Dulce Gomes (Luísa Ortigoso) e Helena Carvalho (Noémia Costa) que se veem, subitamente, sem trabalho e decidem viver juntas para sobreviverem e lutarem contra a situação de desemprego em que, temporariamente, se encontram.
 
Para além de partilharem a casa, as duas actrizes partilham também o mesmo agente artístico, Carlos Monteiro (Luís Aleluia) que, para além de não ter jeito nenhum para lhes arranjar qualquer trabalho, ainda se mete ele próprio em trabalhos, pela situação de manter um caso amoroso com as duas, sem uma da outra saber! Tudo acontece nas "barbas" de um velho mordomo que Dulce herdou da sua mãe, juntamente com o casarão.
 
Não obstante todas as vicissitudes porque passam, as actrizes, acabam por arranjar trabalho e dar a volta à situação voltando às luzes da ribalta.
 
O original de Roberto Pereira, além de denunciar a precaridade da actividade artística em Portugal, pretende, através do humor, passar uma mensagem de esperança, demonstrando que depois da tempestade que agora atravessamos, há-de vir a bonança que todos ansiamos.
 
Os bilhetes têm um custo de 15 euros para o 1º balcão, 12,50 euros para a plateia e 10 euros para as frisas e camarotes.
 
Para mais informações e reserva de bilhetes, devem os interessados contactar o Teatro Bernardim Ribeiro, através do telefone 268339222, os Serviços Culturais da Câmara Municipal de Estremoz, pelo 268339216 ou pelo mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou ainda o Posto de Turismo, através do 268339227.
 
“Absolutamente Fabulosos” é uma produção da Cartaz – Produção de Espectáculos, com o apoio da Câmara Municipal de Estremoz.
 
c/ Município de Estremoz
 

Mais Populares